'Seguro popular' lança mão de peças usadas para ser mais barato. O "Seguro Auto Popular", que lança mão de peças usadas para ser mais barato, foi lançado no último dia 1º, quando foram aprovadas as regras. O maior foco são os veículos com mais de 5 anos de uso, cujo seguro pode ficar até 30% mais barato, segundo estimativa da Superintendência de Seguros Privados (Susep). Mas a proteção pode ser contratada para veículos de qualquer idade, desde que seja avisada de que os reparos serão feitos com peças usadas ou seminovas. Quem se interessar deve procurar um corretor de seguro para ser orientado. No entanto, consertos que envolvem itens de segurança, como o sistema de freios, suspensão e cintos de segurança, não poderão ser feitos com peças de segunda mão. As peças usadas são provenientes de empresas de desmontagem, que seguem a lei 12.977, de maio de 2014, que regulamentou os desmontes de veículos em todo o país. De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), há um sistema de cadastro para garantir que as peças sejam legais e íntegras. O que cobreAs normas dizem ainda que a cobertura mínima do novo seguro deverá compreender a garantia de indenização por danos causados ao veículo por colisão, sendo vedada a oferta de cobertura que preveja apenas a indenização integral por colisão. O segurado também poderá optar, em caso de danos parciais, entre a utilização de oficinas de sua livre escolha ou de oficinas pertencentes à rede referenciada da seguradora. #baetaeassociados #baetaseguros #baeta #baetaassessoria #seguropopular #seguroautobarto #segurobarato