A Sompo Seguros quer fazer a diferença no mercado brasileiro e vai investir forte para atingir esse objetivo. A afirmação foi feita pelo diretor Comercial da companhia, Fernando Grossi, que destacou o papel que cabe ao corretor de seguros nesse processo. “Nos cinco primeiros meses do ano crescemos 20,69%. Esse resultado foi possível graças a confiança que os Corretores têm no grupo. Cada vez mais estamos construindo uma companhia na qual o corretor tenha possibilidade de explorar um portfólio diferenciado, que vai desde o varejo individual aos grandes riscos”, frisou. Ele ressaltou ainda o foco da seguradora nos programas de treinamento de corretores e de suas equipes de funcionários e nas campanhas de vendas de seguros. “Essas campanhas e treinamentos ajudam o Corretor a receber um comissionamento maior e melhorar o faturamento neste momento de instabilidade na economia”, observou Grossi, que tem 39 anos de mercado e está na Sompo Seguros desde 2010. O diretor da Sompo Seguros anunciou ainda que, neste segundo semestre, serão lançados novos produtos e “fortalecidos” outros que têm grande potencial de crescimento, como o “Auto Supremo”, voltado parra as classes de maior poder aquisitivo. Entre as novidades, será disponibilizado um combo auto+residência, com descontos para os segurados. Além disso, a equipe comercial da companhia vai intensificar as visitas aos corretores cadastrados. “Temos mais de 19 mil corretores cadastrados e acho que conheço uns 14 mil. Esse é o nosso foco”, enfatizou. Indagado sobre quais ramos devem atrair maior atenção do corretor nos próximos meses, ele citou os seguros de vida e de responsabilidade civil. “São carteiras que irão crescer muito e o Corretor deve ficar atento”, argumentou, acrescentando que o mais importante é explorar os nichos de mercado que surgirem, com a oferta de produtos segmentados que a Sompo disponibiliza. Por fim, ele disse que a crise na economia pode trazer no seu bojo algumas janelas de oportunidade para corretores de seguros. Segundo o diretor da Sompo Seguros, é por acreditar nisso que a companhia vem investindo forte desde o início do ano, o que a permitiu colher os primeiros frutos já no final de maio.