Na nova edição do programa “Panorama Seguro”, produzido pelo SindSeg-SP, o economista Francisco Galiza faz uma análise de fatores econômicos. Nessa edição ele mostrou a evolução do índice Bovespa que em um período de dois anos (entre fevereiro de 2016 e fevereiro de 2018) dobrou o valor. “Podemos argumentar que o aumento é devido à liquidez de dinheiro no mundo, mas esse indicador mostra que a economia brasileira está conseguindo caminhar de forma favorável”, disse. Ele explica que é um indicador símbolo da melhora da economia brasileira. “Quem tinha ações há dois anos, hoje tem o dobro de valor financeiro”. Na área de seguros, ele mostrou que o lucro agregado das seguradoras brasileiras mostrou um sinal de reação no início de 2018. “Nos últimos dois anos, o lucro das seguradoras teve queda, como conseqüência da crise econômica e da diminuição dos juros”. “Em muitos ramos, a taxa de crescimento da receita diminuiu, o que acabou afetando o lucro”. Galiza diz ainda que o mercado de seguros tem uma previsão favorável com o crescimento das provisões técnicas do mercado de seguros que tem crescido de 15 a 20% ao ano. Segundo ele, 2017 o saldo ficou em 900 bilhões de reais (sem contar o ramo de saúde). Segundo o economista, ao final de 2018, o saldo das provisões técnicas deve crescer na mesma taxa em relação ao saldo de 2017. Os números mostram a importância do mercado de seguros na economia brasileira. “O setor de seguros não é levado com sua importância pelo governo. É um segmento importante que deveria ser levado a sério nas políticas públicas e estratégias”, afirmou. O programa Panorama Seguro é produzido pelo SindSeg-SP e pode ser visto no site da entidade (http://www.sindsegsp.org.br)