O mercado de seguro de pessoas, que abrange modalidades como apólices de vida, acidentes pessoais, viagem e educacional, cresceu 14,8% de janeiro a abril, totalizando R$ 13,70 bilhões em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), que representa seguradoras e empresas de previdência privada. No período, essas empresas pagaram R$ 3,30 bilhões em indenizações, um aumento de 8,4% ante os quatro meses de um ano atrás.

Motor. Um dos impulsionadores do setor tem sido o seguro prestamista, que cobre o pagamento de financiamentos, em meio à expansão do crédito puxado pelas pessoas físicas no País. A modalidade atingiu R$ 4,4 bilhões de janeiro a abril, valor 26,72% maior do que o verificado em igual intervalo de 2018.