A HDI vem passando por uma intensa reformulação de seu posicionamento no mercado. No último ano, a seguradora implementou um projeto denominado Go Digital, que envolveu quase um ano de imersão, além de 58 projetos de TI e 22 mil horas de desenvolvimento de sistemas. Como resultado, muitos dos seus processos analógicos passaram para o universo digital. Por isso, a expectativa da companhia é grande com relação ao maior evento de inovação e tecnologia em seguros do mundo, que será realizado em Las Vegas (EUA), nos dias 02 e 03 de outubro. “O InsureTech Connect deste ano tem tudo para ser um grande evento, tanto pela qualidade dos participantes, quanto pela organização. Esperamos que haja debates positivos e enriquecedores para todos os públicos envolvidos com o mercado de seguros, especialmente para as companhias seguradoras que têm um papel fundamental na implementação de tecnologias inovadoras e disruptivas”, afirma o presidente da HDI, Murilo Riedel. O executivo estará acompanhado do diretor Flavio Rodrigues. “Nós estamos muito empolgados com a participação neste que é um dos principais eventos globais de tecnologia no mercado segurador. Acredito que ouviremos percepções valiosas sobre caminhos futuros e também compartilharemos experiências positivas que estamos vivenciando. A troca e identificação de sinergias podem ser o primeiro passo para a criação de novas formas de operar no setor”, revela. De acordo com Flávio, a HDI está sempre atenta a oportunidades de trocas e aprendizados sobre o setor, especialmente quando envolvem tecnologia e inovação, que são requisitos fundamentais para a manutenção e ampliação de resultados positivos no mercado segurador atual. “Um exemplo disso foi a implementação de funcionalidades nos processos de sinistros para nossos clientes e corretores. Em apenas seis meses, vimos que 20% dos avisos de sinistro passaram a ser realizados via web e um aumento de produtividade em 15% na regulação de sinistro”, lembra o presidente Murilo Riedel. De acordo com ele, a companhia está investindo muitos recursos e energia para o desenvolvimento e implementação de modelos cada vez mais digitais. Com isso, os clientes ganham cada vez mais tempo por conta da maior agilidade e qualidade dos processos. “É importante ter em mente, no entanto, que o consumidor atual quer interação digital, mas nunca abrirá mão do relacionamento humano. As seguradoras que mais conseguirem viabilizar o modelo digital respeitando as relações humanas de forma economicamente viável, devem ser as mais bem-sucedidas nos próximos anos”, finaliza Riedel. Dispostos a potencializar a experiência de participar do maior evento do mundo nesse segmento, os executivos da HDI optaram pelo pacote CQCS Experience, um programa de benefícios que visa ajudar os participantes a tirarem o máximo de proveito na escolha de seminários e de expositores. Para saber mais, acesse cqcsexperience.com.br.